NOSSO BLOG

Setembro Amarelo

Devido ao tabu que foi criado em torno do suicídio, muitas vezes não temos acesso a números e achamos que isso está um pouco distante da nossa realidade mas, a verdade é que, segundo a Associação Brasileira de Psiquiatria- ABP, os casos de suicídio no Brasil somam cerca de 12 mil mortes todos os anos.

Triste, não é?!

Para ajudar na prevenção e diminuição dos casos de suicídio, a Campanha Setembro Amarelo tem o intuito de alertar pessoas sobre o problema, que está totalmente ligado a transtornos mentais, e entre essas principais doenças estão relacionadas à depressão, seguida pelo transtorno bipolar e abuso de substâncias. 

Além disso, a Campanha também tem como objetivo orientar sobre possíveis sinais como alterações em comportamento, como o descuido com a aparência, perda de interesse em atividades no qual a pessoa se interessava, mudanças na rotina de sono, alimentação, frases que indiquem a vontade de querer morrer ou estar morto. 

Como surgiu a campanha?

A Campanha do Setembro Amarelo tem origem nos Estados Unidos, após o suicídio de um jovem chamado Mike Emme, com 17 anos. Como em muitos outros casos, a família e amigos de Mike nunca desconfiaram ou perceberam dos sinais dos problemas que o jovem enfrentava. 

Comovidos com a perda, em seu funeral, amigos e familiares de Mike usaram fitas e cartões na cor amarela, que remetiam ao carro na cor amarela que o garoto tinha, com a seguinte mensagem: “Se precisar, peça ajuda.”. Após essa atitude, diversos jovens começaram a usar uma fita ou cartão amarelo para pedir ajuda.

A ação ganhou grande proporção e comoção, fazendo com que em 2003, a Organização Mundial de Saúde-OMS intitulasse o dia 10 de Setembro como o Dia Mundial de Prevenção do Suícido.

No Brasil a campanha foi criada no ano de 2014 pela Associação Brasileira de Psiquiatria – ABP em conjunto com o Conselho Federal de Medicina – CFM. Em 2016 a campanha ganhou forças e espaço na mídia, trazendo ao longo dos anos o apoio à campanha e envolvimento de instituições públicas, privadas, e da população em geral.

Desde 1962, no Brasil temos a ONG CVV – Como Vai Você?, uma das ONGs mais antigas do país, que atua diretamente no apoio emocional e na prevenção do suícido. 

Por meio de uma ligação gratuita no telefone 188, chat, email ou até pessoalmente, pessoas podem pedir ajuda para a CVV ou, podemos receber auxílio e orientação do que fazer ou como agir para prevenir um caso de suícido e ajudarmos pessoas que passam por este problema.

Peça ajuda! 

Se você está passando por algum momento difícil, e não consegue encontrar soluções sozinho, procure ajuda de alguém que você confie ou de um profissional. Se você não se sentir confortável para pedir ajuda desta forma, ligue para a CVV, eles estão prontos para te ajudar 24h por dia. Converse com eles!

Sua vida importa, você é importante. A Sorrix está junto com você.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram