NOSSO BLOG

CREME DENTAL CLAREADOR FUNCIONA? DESCUBRA!

Deixar os dentes branquinhos apenas com a escovação é o sonho de muita gente, mas não é tão fácil assim. Por isso, o creme dental clareador acaba sendo uma alternativa para quem se preocupa com a estética do sorriso.

Mas será que esse tipo de produto realmente cumpre o que promete, ou então traz algum problema para a saúde bucal?

Essas dúvidas são bastante comuns e deixam as pessoas confusas quanto ao uso desse tipo de creme dental. É o seu caso? Então, acompanhe este post para entender como o produto age e qual é sua eficácia comparada ao tratamento de clareamento dental realizado no consultório.

QUAL É A COMPOSIÇÃO DO CREME DENTAL CLAREADOR?

O agente químico capaz de clarear os dentes é o peróxido de carbamida ou de hidrogênio, presente no gel utilizado no tratamento de clareamento dental. No entanto, para que sua ação atinja manchas mais internas, é preciso uma concentração bem alta dessa substância.

Geralmente, no creme dental clareador a concentração do peróxido é, em média, de 2%. Já nos géis empregados pelos dentistas, esse número varia de 10% a 40%, porque somente dessa forma consegue modificar a tonalidade dos dentes.

COMO O CREME CLAREADOR AGE?

Esse produto é mais abrasivo do que as pastas comuns. O creme age como um esfoliante ou uma lixa, removendo manchas existentes no esmalte dentário — a camada mais externa do dente. Assim, é capaz de eliminar a placa bacteriana e manchas causadas pelo cigarro e por alimentos, como café, vinho e beterraba.

Mas esse produto não consegue, de fato, clarear os dentes. Como dissemos, sua ação abrasiva faz um trabalho de polimento, mas não tem o poder de eliminar manchas internas. Para muita gente, inclusive, o uso contínuo não traz resultado algum.

PARA QUEM É INDICADO?

Apesar de ter venda livre em farmácias e supermercados, o creme dental clareador não pode ser usado da mesma forma que a pasta de dente convencional.

No geral, é recomendado somente para adultos que possuem todos os dentes naturais e não sofrem com sensibilidade dentária ou retração de gengiva. Ao ser utilizado, a dica é passar com uma escova de cerdas macias para não potencializar sua ação abrasiva.

E PARA QUEM NÃO É INDICADO?

Nem todo mundo pode aplicar esse tipo de produto nos dentes, por causa da sua capacidade de abrasão dental. O creme dental clareador pode acarretar perda do esmalte dos dentes e sensibilidade dentária, entre outros problemas. O uso não é recomendado para:

  • crianças, porque, como os dentes ainda não estão totalmente desenvolvimentos, a substância consegue desencadear sérios problemas no amadurecimento dental e na saúde bucal;
  • idosos com problemas dentários, pois o produto pode piorar enfermidades bucais existentes, por causa da saúde dental delicada;
  • indivíduos com problema de gengiva retraída ou dentes sensíveis precisam ficar longe desse produto, já que pode agravar as condições;
  • gestantes, que normalmente já sofrem com sangramento gengival, podendo ter a saúde bucal mais prejudicada.

ESSE CREME TEM A MESMA EFICÁCIA DO TRATAMENTO DE CLAREAMENTO?

Esse tipo de creme dental não apresenta os mesmos resultados que o clareamento realizado pelo dentista. Isso porque o gel empregado no tratamento consegue atingir as manchas mais internas, modificando, assim, a tonalidade do sorriso.

Há ainda a possibilidade do clareamento dental caseiro, porém, só deve ser feito com a supervisão do dentista, que indica a quantidade e o tempo de uso da substância clareadora.

Enfim, como vimos, se você quer deixar o sorriso mais branco, procure o dentista e faça o tratamento de clareamento. O procedimento é realizado com total segurança e garante um resultado natural, sem danos aos dentes. O creme dental clareador pode até funcionar como um complemento desse tratamento, mas a recomendação é que seja utilizado apenas com a orientação de um profissional.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram