SAIBA COMO CUIDAR DE UM DENTE QUEBRADO

Apesar de ser mais comum em crianças, todos nós estamos sujeitos ao trauma dentário. Quedas, acidentes e esportes são alguns exemplos que podem ocasionar a quebra de um dente. Os bebês também não ficam de fora do problema; os pequenos que estão aprendendo a andar costumam cair facilmente, muitas vezes com o rosto no chão.

Pesquisas mostram que o local de maior incidência de trauma dentário infantil é o jardim de infância, seguido da residência. Por isso, vale ficar sempre atento e não deixar as crianças sozinhas.

No entanto, sabemos que mesmo que tomemos cuidado, a quebra pode acontecer — inclusive com a gente. Nessas horas, o que fazer? Com o objetivo de responder a essa pergunta, elaboramos este artigo que irá te ajudar a minimizar os estragos.

O QUE É TRAUMA DENTÁRIO?

O trauma dentário consiste em lesões no dente, ocasionadas por acidentes, como quedas e golpes com objetos. Antes de você saber o que fazer nesse momento, é preciso entender quais são os tipos de lesões existentes, a fim de tomar as medidas corretas. A seguir, veja as mais comuns:

LESÕES EM DENTES DE LEITE

  • intrusão: quando o dente entra na gengiva;
  • avulsão: quando o dente se solta completamente da boca.

LESÕES EM DENTES PERMANENTES

  • fratura da coroa: quando um dente se fratura, podendo ser de maneira leve, média ou grande;
  • avulsão: comum em crianças na faixa etária de 8 anos, a avulsão é quando um dente permanente sai completamente de seu local de origem.

O QUE FAZER QUANDO O DENTE QUEBRAR?

Agora que você já sabe o que é trauma dentário, é importante ter em mente que as medidas a serem tomadas vão depender do tipo de lesão que a criança ou adulto sofreu.

Em todo o caso, é muito importante uma visita ao dentista. Mas, lembre-se de que os primeiros minutos são fundamentais para minimizar os estragos. Pensando nisso, saiba como agir ao se deparar com um dente lesionado.

QUANDO O DENTE CAI (AVULSÃO OU FRATURA DA COROA)

Quando a avulsão ocorre em crianças com dentes de leite, eles nunca devem ser colocados no lugar de origem. Isso acontece porque a perda de um dente primário não causa complicações na fala ou posições dentárias. Em todo o caso, lave a boca do pequeno e leve-o ao dentista para que este certifique-se de que não há problemas.

Se a avulsão ocorrer em um dente definitivo, este deve ser colocado o mais rápido possível na boca. Nesse caso, é preciso recolher os pedaços do dente (pela coroa e não pela raiz), lavá-los e colocá-los em um recipiente com leite frio e levar o acidentado imediatamente ao dentista.

Os casos de fratura da coroa são menos urgentes, porém os cuidados devem ser os mesmos. Recolha os pedaços do dente e leve-os ao dentista de confiança.

QUANDO O DENTE ENTRA NA GENGIVA (INTRUSÃO)

A intrusão ocorre quando o dente entra completamente no osso alveolar — camada que circunda a raiz dos dentes. Nesse caso, deve-se levar a criança o mais rápido possível ao dentista para que ele determine o tratamento e analise se não há lesão no dente permanente (que está se formando dentro do osso).

OUTROS CUIDADOS

Em caso de muito sangramento, tente estancá-lo com gaze ou toalha. Além disso, aplique gelo no local se apresentar inchaço.

Lembre-se de que é muito importante evitar situações de risco, como o uso de andadores para bebês e brincadeiras com golpes na boca. Também é essencial considerar o uso de protetores bucais na prática de esportes.